66 – CELINA – Mensagens de Emmanuel 1.67/5 (6)

Download PDF

66 – CELINA

Quando elevamos ao céu nosso olhar suplicante, há para todos nós, os que se afligem na provação, uma carinhosa e
compassiva Mãe que nos ampara e consola…
Compadece-se de nossa dor, contempla-nos com misericórdia e manda-nos então o anjo da sua bondade, para
balsamizar nossos padecimentos… É Celina, a suave mensageira da Virgem, a Mãe de todas as mães, o gênio tutelar da
humanidade sofredora…
Quando o pranto aflora nos olhos das que são filhas e irmãs, das que são esposas e mães na Terra, no coração das quais,
muitas vezes, se concentra a amargura, vem Celina e toma-as nos seus braços de névoa resplandecente e, através dos
ouvidos da consciência, lhes diz com brandura:
“Veio a dor bater à vossa porta? Coragem… Não desanimeis nas ásperas lutas que objetivam vosso aprimoramento
moral. Pensai n’Aquela que teve sua alma recortada de martírios, lacerada de sofrimentos, atormentada de angústias.
Ela se desvela do céu por todas aquelas almas que escolheram sua pegadas de Mãe amorosa e compassiva.
Foi ela que, escutando a oração de vossa fé, me enviou para que eu vos desse as flores de seu amor sacrossanto,
portadoras da paz, da humildade e, sobretudo, da paciência: porque o acaso não existe e tudo na vida obedece a uma lei
inteligente de causalidade que foge aos vossos olhos, que se sentem impossibilitados de ver toda a verdade: Tomai
minhas mãos! Cumpri austeramente, fechai vossos olhos àquilo que pode obstar vossos passos para a luz e caminhai
comigo. Os anos são minúsculas frações de tempo e, um dia, sem vos deterdes com o cansaço, chegareis ao pé d’Aquela
que é vossa Mãe desvelada de todos os instantes!…”
E todas aquelas que ouvem, sentem-se sustentadas por braços tutelares, na noite escura das dores, e vertendo lágrimas
amargosas, preparam-se e se iluminam na pedregosa senda da virtude para respirar os ares felizes do encantado país
onde desabrocham os lírios maravilhosos da esperança!

Espírito: MARIA JOÃO DE DEUS
Médium: Francisco Cândido Xavier
Livro: “Mãe” – Edição CLARIM

294 total views, 1 views today

  • 9
    Shares