Desperdício x Edificação 5/5 (1)

Download PDF
[Total: 0    Média: 0/5]

Contribuição de Orleide Felix de Matos

DESPERDÍCIO X EDIFICAÇÃO

A falta de educação de uma pessoa, de um povo leva ao desperdício. Todo tipo de desperdício: alimento, água, dinheiro, saúde, tempo, oportunidades. E muitas vezes, a pessoa que desperdiça torna-se alvo dos gananciosos, que fazem de tudo para apossar-se daquilo que a pessoa desperdiça, como por exemplo, o dinheiro com coisas desnecessárias ou que viciam.

O Brasil tem um desperdício de alimentos da ordem de 41 mil toneladas, o que o coloca entre os 10 mais desperdiçadores de alimentos do mundo. E o desperdício já começa no local do plantio, com um transporte inadequado e chega até a mesa do brasileiro, que prepara quantidade maior do que o necessário para o consumo da família. Não existe o hábito de aproveitar talos e cascas, algumas vezes mais nutritivos que o próprio alimento. O hábito de exibir uma mesa farta aos visitantes faz com que a dona de casa prepare vários pratos, na maioria das vezes desnecessariamente. Na casa de uma família italiana, por exemplo, a dona da casa pergunta ao visitante quanto ele come e prepara exatamente a quantidade que o visitante disser, ou seja, desperdício zero.

O desperdício da água também é coisa alarmante. Ainda que a Terra seja o Planeta Água, dois terços da água são de origem marinha, imprópria para consumo, por ser salgada. De toda a água disponível no planeta, apenas três por cento é própria para consumo. No Brasil, de cada 100 litros de água tratada, 63 são consumidos e 37 desperdiçados.

Há perda de dinheiro em compras feitas pela marca e não pela qualidade do produto, pacotes de serviços, compras por impulso, pagamento de contas com atraso, dentre outras coisas.

Desperdiçar é fácil. Edificar é mais difícil.

O objetivo da reencarnação é o crescimento espiritual, a edificação do espírito. Para edificar o espírito é necessária a educação, a perseverança, a disciplina. E toda edificação requer também a contribuição do tempo e da paciência, corrigindo defeitos, eliminando tendências trazidas de muitos séculos e construindo um novo caráter, novas preferências, nova visão da vida.

A educação e a disciplina estão na base de todas as atividades humanas, juntamente com a perseverança e a vontade. Até mesmo para destruir a disciplina, a perseverança e a vontade são necessárias. A questão é o foco no bem, que faz toda a diferença.

Focar na transformação interior, para que não se destrua os recursos doados por Deus a cada um de nós todos os dias em todas as reencarnações.

Evitar o desperdício de tempo, aproveitando-o da melhor forma possível na prática da reforma íntima e da educação, da leitura e do trabalho voluntário. Diz-se que a melhor lei é a lei-tura. Evitar o desperdício de alimentos, ensinando a quem nada sabe, evitar o desperdício de água, base da vida. Evitar a perda da saúde com tudo o que pode modificar as disposições orgânicas e ensejar o aparecimento de moléstias. Aproveitar as oportunidades de estudo, trabalho, para promover o crescimento espiritual e também material sem o apego desnecessário. Edificar bons relacionamentos no contato com nossos semelhantes em qualquer lugar onde estejamos, edificar em nós o bom ânimo, a disposição, o pensamento positivo, a fé, o desejo de sermos cada dia melhores. Ter disciplina nos gastos, de forma a não comprar o desnecessário, são atitudes que devemos tomar todos os dias, sabendo que tudo o que usufruímos são empréstimos de Deus para nossa evolução espiritual e que um dia, querendo ou não, seremos obrigados a abrir mão para empreendermos o retorno ao lar espiritual.

372 total views, 3 views today