Treze motivos para você ficar – Redação do Momento Espírita 5/5 (2)

Download PDF
[Total: 0   Average: 0/5]

Um coração de mãe escreveu uma carta para a jovem filha que acabara de atentar contra a própria vida.
E a intitulou: Treze motivos para você ficar.

Filha, imagino que você tenha pensado muito antes de tomar essa decisão.
Que tenha buscado acabar com uma dor enorme, cujo tamanho não consigo imaginar.

No entanto, assinalo aqui, de forma muito objetiva algumas razões, alguns motivos para você ficar.

Primeiro: você parou para pensar como ficaremos todos nós se você partir antes da hora? Quão destroçados ficarão nossos corações, os corações que a amam tanto? Pois é.
.
.
Você tenta acabar com uma dor e cria para nós uma maior ainda.

Segundo: Será que é hora de desistir? Faz tão pouco tempo que você chegou.
Menos de duas décadas.
Olhe quantos anos tem pela frente.
Seu livro ainda está nos primeiros capítulos.
Não podemos julgar o livro todo pelas primeiras páginas.

Terceiro: olhe para trás e veja tudo que já venceu, tudo que a trouxe até aqui.
Todas as adversidades enfrentadas são vitórias.
E uma vida de vitórias não deve ser enxergada com olhos de desânimo.

Quarto: você nos inspira todos os dias.
Você é nosso exemplo.
E saiba que de outras pessoas também.
Precisamos de exemplos nesse mundo para liderar, para seguir à frente de todos abrindo caminhos!

Quinto: nossa vida foi mais feliz depois que você chegou.
Sei que parece conversa clichê de pai e de mãe – como vocês jovens dizem – mas é a mais pura verdade.
Você trouxe alegria, vontade de viver para toda nossa família.

Sexto: você ainda precisa ser médica, ser cantora, professora, veterinária, consultora de moda, massoterapeuta – enfim, o que quiser ser profissionalmente, pois o futuro está aberto para você.

Sétimo: lembre quantos momentos deliciosos passamos juntos com nossa família, você com seus sobrinhos pequenos, eles adorando brincar com a tia mais velha.
E quantos desses momentos ainda podemos ter!

Oitavo: andar na areia da praia.
O mar com sua majestosa segurança nos convida a ter serenidade, mostrando que tudo vai e vem, que a vida é feita de marés altas e baixas controladas por forças invisíveis e grandiosas.

Nono: você ainda precisa ser mãe.
Sei que você deseja.
Não tenha pressa, mas tenha certeza que será a mais bela experiência da sua vida.

Décimo: você ainda precisa aprender a dirigir para me levar por aí de carro, como prometeu, lembra?

Décimo primeiro: viajar.
Se você quer tanto conhecer o mundo, outras culturas, outros lugares, planeje-se e estruture-se para isso.

Décimo segundo: você nunca estará sozinha.

Décimo terceiro: finalmente, não antecipe a sua partida porque queremos, seu pai e eu, estarmos lá para recebê-la quando chegar, de verdade, a sua vez de partir.

* * *

Esperamos, sinceramente, que a carta tenha tocado o mais profundo da alma dessa filha.

Os tempos são de lutas.
Na qualidade de pais, não esmoreçamos.

Os bons Espíritos atuam sobre nós para nos auxiliar a salvar esses que sofrem dores terríveis no mundo e que insistem em se evadirem pela porta falsa do suicídio.

Estejamos atentos.
O Senhor segue conosco.

Redação do Momento Espírita

Em 19.
3.
2021.

 213 total views,  6 views today